Mitos e verdades da geração Y nas empresas

0
14
Os jovens estão cada vez mais presentes nas grandes organizações, buscando espaço no mercado com um novo olhar e muita vontade de aprender. E tem mais: as diferenças entre a nova geração e os superiores imediatos não é tão grande como muitos pensam. É o que afirma a pesquisa Myths, Exaggerations and Uncomfortable Truths, feita pela IBM em fevereiro deste ano. O CEO do Grupo Kronberg, empresa especialista em desenvolvimento de líderes e profissionais da linha de frente, assessment e coaching, Carlos Aldan, afirma que os novos e antigos profissionais podem ser tratados de formas similares em inúmeras situações. Afinal, diferente do que é comum ouvir, as gerações têm muitos pontos similares.
Confira os mitos e verdades sobre a geração Y, de acordo com o CEO:
1. Os objetivos da geração Y são diferentes da X (35 – 49 anos) e dos babyboomers (50 – 60 anos).
MITO. Embora distantes em idade e experiência, quando se trata de ajudar e fazer a diferença na empresa, os resultados são bem similares. Estima-se que 25% dos jovens desejam causar impactos positivos nas organizações e 21% (geração X) e 23% (baby boomers) afirmam o mesmo. As três gerações também tem como objetivo alcançar a segurança financeira, com um resultado de cerca de 17% em cada uma das categorias de profissionais que participaram da pesquisa.
2. A geração Y não se sente confortável para tomar decisões sem auxílio.
VERDADE. Cerca de 56% dos jovens preferem tomar decisões quando existem opiniões de uma variedade de pessoas. No entanto, esse fator também acontece com a geração X, em maior intensidade com 64%. Apenas os babyboomers se sentem mais confortáveis em decidir sem um consenso de grupo ou com opiniões variadas.
3. A Geração Y deseja um líder que a reconheça constantemente pelo seu trabalho.
MITO. Reconhecer as conquistas e bom trabalho não é o atributo de um líder perfeito mais citado pela geração Y.  A qualidade mais citada pelos jovens que um líder perfeito deve ter é ser ético e justo.
4. Jovens são viciados em internet e preferem fazer tudo online.
MITO. A geração Y ainda acredita que a melhor forma de obter novas habilidades de maneira clara é a presencial. O cara a cara é citado por 39% dos jovens como o melhor meio para participar de conferências, reuniões e eventos, bem como 36% têm interesse em aprender ao lado de colegas mais experientes.
5. O principal motivo de jovens mudarem de emprego é para trabalhar com algo que realmente gostam.
MITO. A maior parte dos jovens, aproximadamente 42%, tendem a mudar de emprego para um lugar onde eles ganhem mais e tenham um ambiente mais criativo e inovador. Entretanto, 47% da geração X e 42% dos baby boomers afirmam que fariam o mesmo.