Motivação na filosofia da empresa

0
1



“Desde o primeiro dia de empresa percebi que existiam oportunidades. Sabia que poderia crescer, mas não imaginei que chegaria ao cargo em que estou hoje”, diz Alexandra Souza, supervisora comercial da Proxis. Ela entrou no setor há dez anos e conta que nessa época, o segmento já indicava que era promissor para seguir um plano de carreira. “Percebi que podia crescer na empresa quando conheci sua filosofia de ofertar de novas oportunidades para os profissionais da casa. Esse foi o combustível que alimentou minha motivação e vontade de crescer no ramo.”

 

Alexandra conta que entrou na empresa como operadora e em cerca de um ano se tornou assistente de operações. A partir deste cargo, sua ascensão foi constante. “Sempre que surgia alguma vaga com meu perfil, o meu gestor direto me motivava a disputá-la. Assim consegui alcançar cargos de liderança e atuar em quase todos os departamentos da empresa. Hoje coordeno a área comercial, um dos departamentos mais importantes da empresa”, conta.

 

A atual supervisora entrou na Proxis quando estava no primeiro ano da faculdade de Publicidade e Propaganda, e a contribuição da empresa em sua formação é algo visível, segundo ela, porque teve a oportunidade de colocar em prática o que aprendeu na sala de aula. “A Proxis me permitiu a convivência com profissionais capacitados, além disso, atendemos uma grande variedade de produtos e serviços, o que nos dá flexibilidade, agilidade e desenvolve nossa capacidade de relacionamento com clientes e fornecedores”, explica.

 

E para quem deseja, assim como Alexandra, construir uma carreira sólida no setor de contact center, ela indica: “faça sempre o melhor que puder fazer pelo seu cliente, estude as regras do setor, aproveite os treinamentos que a empresa oferece, atualize-se e mantenha-se antenado às oportunidades. Assim você terá grandes chances de se destacar e ascender no contact center”.