Movimentação não é exclusiva da geração Y

0
7
Até mesmo os profissionais com mais de dez anos de experiência no mercado de trabalho manifestam vontade de trocar de emprego a cada dois anos. É o que revela pesquisa do PageGroup, grupo de recrutamento executivo especializado. O levantamento, realizado com 800 profissionais de diferentes níveis hierárquicos em maio deste ano, indica que 92% dos executivos que atuam em cargos de média e alta gerência têm a intenção de se movimentar no mercado de trabalho nos próximos dois anos.
De acordo com Sérgio Sabino, diretor de marketing do PageGroup para a América Latina, a vontade de trocar de emprego em um período de até dois anos não é mais exclusividade dos profissionais mais novos. “Mesmo os mais experientes buscam aprendizado contínuo e desafios em suas cadeiras. A busca é mais estudada já que normalmente este profissional já tem uma série de obrigações e responsabilidades familiares. Apesar disso, a busca por melhores oportunidades continua forte neste nível profissional”, explica Sabino. A rotatividade no mercado se justifica principalmente por três fatores: pela falta de oportunidade de crescimento (27%); a vontade de trabalhar em uma empresa maior (14%); ou atuar em outra área (13%), segundo a pesquisa.
Já os profissionais que ocupam posições técnicas e de suporte à gestão, também estão dispostos a se movimentar em um curto período de tempo: 94% dos entrevistados nesse nível hierárquico manifestaram interesse. A movimentação desses profissionais tem a mesma razão de executivos mais sêniores, principalmente pela falta de oportunidade de crescimento que encontram nas atuais empresas (22%). Desejo de ir para uma empresa maior (18%), descontentamento com seus salários atuais (17%) e receber mais benefícios (12%) são outros motivos para se trocar de emprego.