NEC Brasil acerta na estratégia

0
1



Durante o 1o NEC Business Fórum, realizado no Club Transatlântico em São Paulo, a NEC apresentou números que comprovam a consolidação da estratégia para expansão dos negócios no mercado corporativo brasileiro. Deflagrada no ano de 2004, quando a quase totalidade das contratações no mercado corporativo eram provenientes da venda de soluções de voz (PBX tradicional), a estratégia da NEC previa a diversificação da oferta com novas soluções convergentes de TI e comunicação. Com a criação da NEC Solutions Brasil em 2005, a NEC fortaleceu o foco no mercado corporativo e hoje demonstra o acerto da estratégia. Comparativamente ao ano de 2003, as contratações da NEC em 2006 atingiram um crescimento de 200%, atingindo a marca de R$ 100 milhões.


A análise da evolução das contratações da NEC mostra claramente o redirecionamento do perfil da companhia. As soluções tradicionais de voz, que em 2003 respondiam por 97% das contratações chegaram a 67% em 2004, 61% em 2005 e fecharam 2006 com 50%. Os outros 50% estão divididos nas duas que são as mais novas ofertas desenvolvidas pela NEC para o mercado corporativo: as soluções de tecnologia da informação e IP. Com parcelas quase idênticas em 2006 (IP- 26% e TI – 24%), os dois segmentos começaram a surgir em 2004, com a criação da IT Business Unit e tiveram impulso definitivo em 2005, com a criação da NEC Solutions Brasil.


“Nossa aposta foi firme e começamos a nos estruturar para essa nova realidade, desenvolvendo competências, trazendo equipamentos híbridos e IP nativos da NEC, e também estabelecendo parceria com grandes players do mercado mundial, como é o caso da Cisco, de quem somos Gold Partners”, conta Silvio Maemura, diretor da NEC Solutions Brasil.


Mas os objetivos da NEC iam além da oferta de soluções IP. A companhia, mais alinhada com as diretrizes da matriz no Japão, iniciou um processo de desenvolvimento para oferta de soluções de tecnologia da informação. Diferente das soluções IP, onde a evolução seria sabidamente gradativa, as soluções de IT já em 2004 respondiam por 23% das contratações e vem mantendo esta proporção na receita.


“Sem dúvida o segmento que mais tem crescido é o de telefonia IP. Estamos claramente começando a desenvolver e implantar cada vez mais aplicações sobre essa nova infra-estrutura de rede, que ainda deverá manter um alto índice de contratação em função da grande demanda das companhias para a migração”, completa Silvio. O executivo explica que o principal objetivo da NEC no mercado brasileiro é manter o compromisso com as empresas e atender as suas reais demandas.