O cuidado com os distúrbios sonoros

0
1



Os headsets de qualidade são considerados por 73% dos gerentes de contact center o fator número 1 para se criar um ambiente satisfatório de trabalho. É o que aponta pesquisa realizada em dezembro de 2011, pela Jabra e o instituto de análises Frost & Sullivan, com 250 gerentes de contact centers da Grã-Bretanha, França, EUA, China e Índia.

 

“Queríamos conhecer as alegrias e frustrações no dia-a-dia de um gerente de contact center”, disse Lars Spaten, gerente geral da Jabra Brasil. “Uma dos problemas mais comuns que parece preocupar muitos gerentes pesquisados são os distúrbios sonoros que impedem uma ´boa conversa´ entre o cliente e o agente e podem aumentam a duração das chamadas e influênciar negativamente na retenção de clientes e vendas”, relata.

 

Distúrbios sonoros que interrompem a concentração do atendente de contact center são um problema para empresas de telemarketing ativos e passivos. O estudo mostra que 91% dos gerentes de contact centers dizem trabalhar para reduzir distúrbios sonoros como ruídos de máquinas de café e copiadoras barulhentas, ou aplicando carpetes em pisos de madeira, ou ainda, melhorar a qualidade do som dos aparelhos headset. Além disso, 89% relataram que estão sempre se empenhando para obter headsets de melhor qualidade para a equipe.

 

De acordo com a pesquisa, 95% dos gerentes estão bastante cientes dos distúrbios sonoros em ambientes de contact centers e além de reduzirem o ruído de fundo, optaram por implementar headsets com recursos de cancelamento de ruído para otimizar a qualidade sonora das conversas. Outro dado é que 73% dos gerentes ouvidos entendem que headset de qualidade é o fator mais importante para criar um bom ambiente de trabalho e 91% deles concluíram que nesse tipo de ambiente, a importância de um headset de qualidade é fundamental.

 

“No Brasil podemos ver uma clara preferência em relação a produtos com cancelamento de ruído e outras características que protegem o usuário contra sons agudos e bloqueiam o ruído de fundo no receptor das chamadas”, disse Spaten. “Estamos também muito satisfeitos em ver nos resultados da pesquisa uma prova que a redução do ruído de fundo está sendo considerada seriamente como merece, e isso é muito encorajador e representa uma situação de ganho para clientes, agentes e contact centers”.