O reset da era moderna

As coisas não voltarão ao antigo normal, pois estamos de fato construindo um novo normal

0
7
Silomar Nascimento
Silomar Nascimento

Autor: Silomar Nascimento

Exatamente, como poderíamos pensar em um reset, se a era é moderna, logo tem como uma de suas características principais, a inovação, evolução e por consequência o novo. Mas que novo? Se tudo que está aí em termos de tecnologia, já existia há algum tempo, só estão sendo implementadas e adaptadas a esse novo, o “novo normal”.

Se é que podemos chamar de normal, depois de vários “webinars”, “lives” e muitas conferências com profissionais de nome e renome, mas principalmente de profissionais do cotidiano, chego a pensar na célebre frase do filósofo Sócrates: “só sei que nada sei”, mas de uma forma mais prática e cotidiana. Vejam por exemplo os negócios, os governos, as empresas e a sociedade como um todo, todos se rearranjando como um grande Lego, e que ninguém ainda sabe ao certo qual sua forma ou modelo final.

Tudo que conhecemos sobre o mundo ser plano, parece que sofreu um “up grade”, porque o mundo é plano e pequeno, pois o que acontece em algum caso isolado, por menor que seja, pode afetar tudo, de forma devastadora (positivamente ou negativamente) e em uma velocidade proporcional ao movimento dos governos, economias, sociedades e negócios, ou seja, teorias antigas de blocos, macro, micro ou economias locais parecerem estar sendo remodeladas.

O que podemos tirar de bom disso, já que o que se tem de novo, é apenas a necessidade causada por um vírus?

– Que trabalhar em home office sempre foi uma questão de barreira cultural e não tecnológica (isso me faz remeter a fundação da Virtual Connection em 2008 que já nasceu com esse propósito estampado em sua razão social);

– Que a distância aproxima as pessoas em torno de uma causa maior;

– Que o uso e adaptação das tecnologias existentes sofreu uma evolução de 30 anos em três meses;

– Que a educação a distância não é tabu, é uma realidade;

– Que as pessoas se “empoderaram” com o trabalho em casa, ou seja, temos hoje a possibilidade de conciliar tudo que antes tínhamos como desculpas em um só lugar; tempo, família, estudos, trabalho.

Os comportamentos ainda estão mudando, o grande Lego ainda está em formação pois o espaço de tempo ainda é pouco face a velocidade das mudanças, mas contrariando a frase citada anteriormente, de uma coisa eu sei; as coisas não voltarão ao antigo normal, estamos de fato construindo um novo normal, e por isso estamos nos resetando na forma de interagir com tudo e com todos, isso já é uma realidade.

As empresas e profissionais que se atentarem e se adaptarem a isso, terão o verdadeiro diferencial competitivo dessa nova era moderna.

Silomar Nascimento é CEO do Grupo Virtual Connection.