O valor da conquista do cliente

0
13



Na vida, ninguém quer correr risco. No marketing não é diferente. Porém, investir nessa área sempre foi um jogo de números. Por isso, cada vez mais as empresas estão se preocupando em tornar o marketing mensurável. “Essa habilidade será cada vez mais fundamental. As escolas sempre falaram muito de ROI, Return On Investiment, mas até pouco tempo as empresas ainda não olhavam para isso nas ações de marketing”, contou Bernardo Giacometti, CEO da Kipany, em sua palestra no Encontro de Feras 2012, realizado ontem (19), no Blue Tree Morumbi, em São Paulo. Ele citou, inclusive, o uso do termo ROMI, Return On Marketing Investiment, que é o retorno das campanhas.

 

O executivo explicou que hoje é preciso justificar os investimentos, seja das ações que já têm números, quanto daquelas que apenas há uma projeção. “Há um valor correto que as empresas devem investir em marketing. Com ele ficará mais fácil ter um controle de todas as suas ações”, acrescentou. Isso passa pela definição de quanto posso investir para trazer um novo cliente, que é a divisão da receita liquida do lifetime pelo valor do investimento. “O resultado sempre precisa ser sempre mais do que um”, completa.

 

Nesse ponto, Giacometti frisou que entender o tempo de vida do cliente é a chave para o ACPO, Allowable Cost Per Order (Custo Permissível Por Pedido). “Se investir o valor do ACPO, a empresa sempre terá lucro”, afirmou. Outro detalhe importante apontado pelo CEO da Kipany é determinar onde investir. Para ele, o importante é fazer um mix de canais, pois cada mídia tem um retorno. “O melhor é buscar o menor custo por venda, resultando no maior lucro”, finalizou.