Os três perfis de jovens trabalhadores

0
1
Levantamento do portal Emprego Ligado com a Geração Y ou Geração da Internet – pessoas nascidas a partir de 1980 – aponta a existencia de três tipos de perfis de jovens trabalhadores: batalhadores, sobreviventes e personalistas. O primeiro, os batalhadores, correspondem a 45%. “É um grupo composto por jovens dedicados e centrados nas coisas em que se propõem a fazer. Muitas vezes trabalham de dia e estudam no período noturno, são responsáveis e focados no futuro, planejam seus passos para tomar as melhores decisões para atingir seus objetivos. Plantam hoje, para colher no futuro”, explica o CEO da Emprego Ligado, Jacob Rosenbloom.
O segundo tipo, correspondendo a 30%, são os sobreviventes. “Este grupo, composto na maioria por mulheres, tem como característica principal a família como prioridade. São pais jovens, preocupados em manter o bem-estar dos filhos. Eles têm urgência quando se trata de encontrar um emprego. Valorizam a estabilidade da carteira assinada e a distância entre local de trabalho e casa – quanto mais curta, mais tempo para dedicar a família”, detalha Rosenbloom. Correspondendo a 25%, estão os personalistas. “Otimistas e enérgicos, esse grupo é formado, em sua maioria, por homens focados em si mesmos. Eles têm uma visão positiva sobre seus próprios futuros, mas não sabem como alcançar o cenário desejado. São grandes consumistas e valorizam marcas. Sentem-se frustrados quando não recebem feedback no trabalho”, afirma.