Pode comprar, sem medo!

0
14

O desafio era grande. Bota grande nisso. A CB Contact Center, empresa da holding Via Varejo, tinha que provar à alta diretoria que vale a pena investir no televendas, já que as lojas realizam dois bilhões de vendas por mês.  Se não bastasse isso, era preciso convencer o cliente de que não há riscos na compra de produtos por telefone. “Tínhamos como desafio vender tão bem quanto na loja e mostrar para quem liga que isso pode ser feito de maneira tranquila”, comentou Jorge Azevedo, diretor geral da CBCC, durante o 2º Meeting ClienteSA Televendas, que começou ontem (03) e segue até domingo, no Hotel Terras Altas, em Itapecerica da Serra.
Em sua apresentação, o executivo contou que a saída veio com a implementação do VOS PCI da VoxAge. A solução que inclui gateway e softwares possui integração com as operadoras de cartão de crédito e captura de forma sigilosa os dados do cartão do cliente e os submete para aprovação, processamento e conclusão da compra. “Dessa forma, o cliente não precisa falar para o operador os dados de segurança do cartão, ele digita os números nas teclas do telefone”, declarou Azevedo.
Ele reforçou que isso é essencial já que ainda há muito clientes preocupados com essa questão da segurança. Não à toa. O diretor trouxe como dado que 33% dos consumidores brasileiros já sofreram algum tipo de fraude envolvendo cartões. “Sem dar garantias é muito comum o consumidor desistir na hora de passar as informações para o atendente”, alertou Azevedo, acrescentando que por outro lado, com a solução, a CBCC conseguiu assegurar a conversão das vendas e viabilizou um novo canal de vendas para produtos multiassistência. “Conseguimos mostrar que vale a pena investir no televendas.”