Portobello utiliza tecnologia da Dígitro

0
1



A Portobello, fabricante catarinense de pisos e revestimentos, empreendeu um abrangente projeto de atualização de sua infraestrutura tecnológica. A empresa modernizou alicerces estratégicos de sua operação através da implantação de um PABX que interliga diversos pontos de presença no País por meio de uma rede IP. Com a modernização também foi possível agilizar o atendimento e a gestão de seu call center. A base dessa modernização está ancorada em tecnologia da Dígitro, desenvolvedora brasileira de soluções de inteligência, TI e telecom.


Sediada em Tijucas (SC), a 50 km da capital catarinense, a Portobello precisou contemplar uma série de novas necessidades de comunicação para dar suporte ao crescimento dos negócios, além de reduzir custos com telefonia. O objetivo inicial do projeto era implementar um equipamento de comunicação munido de mais recursos que a estrutura anterior para agilizar o dia-a-dia de trabalho de seus usuários. Em outra frente, a empresa pretendia interligar sua matriz às filiais regionais através de uma rede IP, otimizando assim o tráfego de dados e de voz.


Para atender a esses requerimentos, a empresa resolveu modernizar sua plataforma. A aquisição do aplicativo virtual fone permitiu aos usuários o acesso à agenda corporativa, a programação de ramais, e a identificação de chamadas no computador. Outra solução implantada que possibilitou uma significativa redução de custos com ligações de telefones fixos para móveis, foi o Smartcell, interface celular IP que pode ser ligada a qualquer ponto de uma rede.


No call center foi feita uma ampliação dos serviços, garantindo maior flexibilidade à gestão, com a introdução de ferramentas capazes de proporcionar a monitoração da qualidade do atendimento. “A central anterior operava há mais de sete anos sem que o fornecedor oferecesse nenhuma solução nova. Isso nos motivou a procurar inovações tecnológicas no mercado”, conforme explica Andréia Cipriani, coordenadora de telemarketing da Portobello.


De acordo com o gerente comercial da Dígitro, Emanoel Sampaio, outros benefícios com a implantação do call center da empresa foram os recursos de gravação das chamadas, o monitoramento dos atendentes e o acesso a relatórios estatísticos. “O conjunto dessas utilidades permitiram maior produtividade e melhor desempenho dos atendentes”, explica o executivo.

 

Segundo Daniel Baccin, coordenador de TI da Portobello, a empresa estuda agora a implantação da solução Dígitro Faleweb, de Voip, para possibilitar a efetuação de ligações para a empresa, sem custos, por parte de colaboradores em trânsito e também de parceiros. Outra providência analisada é a instalação de Posições de Atendimento remotas (PAs IP), pelas quais os agentes poderão trabalhar a partir de locais fora do site central do call center, utilizando a rede IP.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorIBM Brasil lança portal
Próximo artigoVP da Englishtown volta ao Brasil