Posso ir torcer?

0
0
Pesquisa conduzida pela consultoria global Great Place to Work aponta que 81,4% das melhores empresas para trabalhar no Brasil terão meio expediente de trabalho e devem dispensar os funcionários mais cedo nos dias de jogos do Brasil – oito entre 10 companhias optaram por essa prática. No entanto, o planejamento durante a Copa do Mundo não envolve apenas a definição do expediente de trabalho; muitas dessas organizações aproveitam o momento para celebrar e inspirar os funcionários com base no tema, utilizando o período do evento como uma oportunidade de aumentar a confiança do funcionário na companhia, o engajamento e o orgulho de pertencer – características que permeiam o ambiente corporativo das que integram o ranking Melhores Empresas para Trabalhar – GPTW Brasil.
Segundo Ruy Shiozawa, CEO do Great Place to Work Brasil, a programação das empresas que integram a pesquisa espelha as suas principais características: flexibilidade e envolvimento dos funcionários em momentos de integração e celebração. O executivo ressalta que a integração e celebração são ferramentas poderosas dessas empresas para conseguir cada vez mais uma equipe de funcionários confiante nos líderes e engajada com as metas da empresa. “A Copa do Mundo é uma ótima oportunidade para reforçar esses objetivos”, salienta.
Destaques da Pesquisa
– 2,9% das empresas terão expediente normal de trabalho, sem interrupção no horário dos jogos;
– 14,3% das empresas terão expediente normal de trabalho, com pausa e espaço reservado na empresa para os funcionários no horário dos jogos;
– 81,4% das empresas terão meio expediente de trabalho, ou seja, devem dispensar os funcionários mais cedo;
– 1,4% das empresas não terão expediente nesses dias;
– 68,6% das empresas participantes da pesquisa terão alguma ação especial voltada para os funcionários no período da Copa do Mundo 2014 (promoções, sorteios, confraternizações especiais ou outras formas de celebração).