Procon-MT fiscaliza operadoras de telefonia

0
2



Todos os call centers das empresas de telefonia de Mato Grosso apresentaram irregularidades durante uma fiscalização realizada pelo Procon estadual. Os fiscais do órgão constataram que o atendimento ao cliente por telefone é insatisfatório e não atende às determinações da regulamentação dos SACs. O Procon fiscalizou as companhias Brasil Telecom, Tim, Vivo, GVT, Claro e Embratel. As empresas foram notificadas pelo Procon e têm um prazo para apresentar a defesa. Com a confirmação das irregularidades, elas serão autuadas. As multas podem chegar a R$ 3 milhões.

 

Metade das empresas cometeu infrações consideradas graves, não atendeu a ligação ou interrompeu a chamada antes de encerrar a conversa com o “cliente”. Três das prestadoras de serviço também não possuíam nenhum canal de comunicação com surdos e mudos. Outra falha foi detectada no fornecimento do número de protocolo no início da chamada, determinação não atendida por duas empresas. Uma empresa condicionou o acesso ao atendente mediante informação prévia dos dados do usuário. Também é ilegal a ausência da alternativa do cancelamento do serviço entre as primeiras opções do menu eletrônico, falta detectada em outra operadora.