Quando o erro é bem-vindo

0
1
A equipe de alta produtividade é aquela que se dá uma missão e eles cumprem de forma equilibrada, sem precisar de muito esforço, brigas ou conflitos, fluindo naturalmente na direção do resultado. Porém, ela também podem, eventualmente, cometer um erro. A diferença é que as equipes de alta performance erram e a cada erro alguém se prontifica a mapear, identificar as origens e a solucionar o erro, segundo Christian Barbosa, CEO da Triad PS, especializada em programas e consultoria na área de produtividade, colaboração e administração do tempo.
Ele esclarece que nenhuma equipe possui alta produtividade constantemente, existem flutuações e lacunas em alguns momentos. Para o CEO, o que faz a diferença no resultado é a maturidade do grupo, a capacidade de saber o que é importante, de se comunicar da forma adequada, de utilizar o tempo da forma correta e de lidar com seus problemas. “O erro é muito bem-vindo nessas equipes, com a diferença de que eles servirão para ajudar a equipe a ajustar a rota, evitar que novas urgências apareçam e servirão como exemplo de melhores práticas”, comenta Barbosa, ressaltando a importância do líder nesse processo. “Não seja um profissional que se esquece de valorizar a equipe em suas conquistas e a castiga quando acontece algo errado.”
Na avaliação do executivo, a liderança é a principal responsável por dar o ritmo de produtividade do time. Por isso, o gestor não precisa saber nem resolver tudo, ele precisa também dar espaço para a equipe e com isso utilizar o potencial do grupo. “Líderes negligentes não fazem a coisa acontecer, líderes urgentes matam a produtividade da equipe. Líderes egocêntricos matam o propósito do time. Por outro lado, líderes que suportam, dão empowerment, estabelecem modelos de comunicação, definem prioridades claras e dão o poder de decisão ao time fazem a coisa acontecer”, explica.
Também se deve buscar uma comunicação aberta. Quando ela é direta, honesta e objetiva, tudo funciona bem, segundo Barbosa. “Equipes onde a comunicação tem barreiras, onde tudo se resolve por e-mail ou com reuniões, onde falar com o líder exige um protocolo, a produtividade fica truncada”, destaca. Outro ponto importante é saber treinar as pessoas para serem produtivas, pois ninguém nasce sabendo isso. “Aprender técnicas de gestão de tempo, trabalho em equipe são essências para uma equipe de alta performance.”