Sitel consolida negócios

0
2

Um ano de consolidação. Assim pode ser definido o ano de 2003 para a Sitel, que cresceu 40% no faturamento. “O ano de 2003 para a Sitel do Brasil foi um ano muito importante no sentido de implementar e desenvolver grandes contas que fechamos principalmente no final de 2002”, explica Miguel Windt, diretor comercial da empresa. Para a empresa foi desafiador esse processo de crescimento, já que o mercado estava um pouco parado em função principalmente da entrada do novo governo.

Para 2004, a Sitel já tem os planos bem traçados, “nosso objetivo é agregar cerca de 300 a 500 novas posições de atendimento, já que o foco da Sitel são operações customizadas de maior complexidade com alto valor agregado”, diz o diretor. O foco da empresa continuará sendo em operações de Customer Care, Help Desk e Televendas de grandes empresas nacionais e multinacionais. A expectativa é de crescer cerca de 20% no Brasil, “acredito que a economia se desenvolverá melhor do que em 2003, só me preocupo com as possíveis mudanças no Cofins e ISS”, pondera Windt.