Telemar, OI e Contax participam do Natal Sem Fome 2003

0
1

Este ano, o Natal Sem Fome 2003 vai ganhar mais uma força. Além da operadora Telemar, que no ano passado doou, junto a seus colaboradores, 144 toneladas de alimentos, as empresa Oi e Contax também realizam arrecadação interna. Na cerimônia do lançamento da campanha, que acontece no dia 27 de outubro, no aterro do Flamengo, a Telemar estará adiantando a doação de 50 toneladas de alimentos. O Instituto Telemar, instituição responsável pelas ações sociais da holding e responsável pela ação, vai instalar postos de coleta em todos os prédios das empresas. Ao final do período de coleta a quantidade de alimentos doados pelos funcionários será duplicada. A holding também estará disponibilizando o call center e o acesso ao serviço 0800 para informações gerais sobre a campanha.

Ações de voluntariado – A Telemar iniciou no 1º semestre deste ano um trabalho de voluntariado com seus colaboradores em escolas da rede de ensino pública, em parceria com a Junior Achievement, organização sem fins lucrativos na educação para o empreendedorismo. Até o momento, mais de 19 mil alunos foram beneficiados com os programas de combate a evasão escolar e introdução ao mundo dos negócios. A empresa disponibilizou mais de 7.000 horas, cerca de 800 dias de trabalho para que seus colaboradores pudessem participar dos programas.

Campanha para arrecadação de livros – O Instituto Telemar lançou o Farol do Saber, uma campanha interna com todos os funcionários da Telemar e da Oi para estimular a doação de livros. Com a iniciativa a organização irá criar ou manter bibliotecas em
67 escolas públicas dos estados do Norte, Nordeste e Sudeste, localizadas em áreas com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Natal Sem Fome – A campanha Natal sem Fome foi criada em 1993 pela Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e Pela Vida. Liderada pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho. Seu objetivo é garantir que famílias carentes tenham uma refeição no dia de Natal. Para isso, convoca todos os anos os brasileiros
a doarem alimentos não-perecíveis.