Terreno pronto para germinar

0
3
Autor: André Kina
Desde o momento da criação de uma empresa, é preciso que exista uma cultura que valorize os funcionários. Isso seria o equivalente a preparar um terreno para que as sementes possam germinar. A elaboração de um estatuto que deixe claro para todos a política da corporação é o primeiro passo para que isso aconteça.
É importante que os funcionários sintam que as vendas privilegiem não somente a empresa, mas a eles individualmente. Uma saída é a premiação de vendas para 100% dos colaboradores, da copeira ao diretor, em forma de remuneração variável. Podem haver também bonificações mais objetivas como, por exemplo, premiar um vendedor com desempenho excepcional com até dez salários a mais por ano.
A criação de um número mais abrangente de cargos também é uma forma de estimular o funcionário a ascender mais rapidamente. Ele se sente constantemente motivado a competir e aprender em cada etapa percorrida. Celebrações esporádicas e eventos são maneiras de gravar na mente dos funcionários a importância que eles têm na empresa, além de fazer com que se sintam valorizados e reconhecidos.
Treinamentos são uma maneira de manter o nível de qualificação contínua do time. Uma das formas de garantir que a prática surta efeitos é exigir que cada colaborador realize pelo menos 85% dos treinamentos propostos pelo gestor. Hoje, por exemplo, uma das habilidades mais importantes, por incrível que pareça, ainda é o uso correto da língua portuguesa. A contratação de um professor pode reduzir os erros presentes nas equipes de venda e do call center.
Outra experiência importante para a carreira de um profissional pode ser o job rotation, que pode ajudar as pessoas a entenderem o funcionamento da organização como um todo, bem como vivenciarem as dificuldades da rotina de seus colegas. É importante que ao longo dos anos o funcionário desempenhe funções diferentes e esteja envolvido em diversos projetos. Por exemplo: uma farmacêutica que tenha aptidão em vendas pode ser estimulada a entrar para o departamento comercial. Essa pode ser uma maneira de fazer com que a pessoa desenvolva outras habilidades e descubra um novo talento.
É natural que, com tantas possibilidades de crescimento, possa surgir um clima de super-competição. Para que esse caminho seja trilhado de uma forma mais madura, é importante que os líderes estejam próximos das suas equipes e abertos ao diálogo. Todos os envolvidos, inclusive o dono da empresa, precisam receber feedbacks para saber se estão no caminho correto.
Também é fundamental que o clima interno seja monitorado. Quando está sob controle é mais fácil para os gestores entenderem as alterações, bem como reter talentos e reduzir o turn over.
E, finalmente, lembre sempre o seu funcionário que todos temos sonhos e metas a serem atingidas. Pode ser a compra de uma casa, de um carro, matricular o filho em uma faculdade etc. E que a empresa onde ele trabalha pode ser um meio para que consiga ter aquilo que deseja.
André Kina é presidente da 4BIO Medicamentos Especiais.