Três táticas para engajar novas gerações

0
1
Atrair e manter novos profissionais é um desafio para as empresas, que tem de estar sempre atentas para adotar e permitir o uso de novas tecnologias no ambiente de trabalho. Dentre os fatores que podem ser utilizados estão a mobilidade, a colaboração em redes sociais e o uso de cloud computing, por exemplo. Nesse cenário, a Avanade sugere três práticas para conseguir ótimos resultados na integração de tecnologia no dia a dia das diferentes gerações profissionais, para que todos se sintam confortáveis em utilizar essas novas ferramentas.
1. Ofereça uma experiência de trabalho digital à nova geração de colaboradores e incentive a participação dos já existentes. A utilização de ferramentas sociais e de colaboração já faz parte da rotina das pessoas e pode ser incorporada ao ambiente de trabalho. Mas não podemos supor que todos se sentem à vontade ao utilizar ferramentas mais digitais. É preciso iniciar a mudança e engajar toda a companhia para todos terem acesso à mesma experiência transformando a cultura interna organizacional. A Avanade utiliza portais de colaboração, que funcionam em diversas plataformas, para estimular a interação entre os mais de 25 mil colaboradores.
2. Permita a mobilidade e aumente a produtividades. O uso do ambiente móvel facilita a tomada de decisões, que se tornam mais rápidas e melhores. Para isso, os colaboradores precisam acessar informações a qualquer momento, em qualquer lugar. Assim, é necessário construir uma estrutura que permita o uso de diversos equipamentos para acessar todos os sistemas fundamentais da empresa com segurança e agilidade.
3. Personalize a experiência no espaço de trabalho. Hoje, as informações corporativas precisam ser relevantes para o indivíduo, levando em conta as particularidades das atividades de cada um e de suas tarefas. Um espaço de trabalho digital e colaborativo fornece a informação de forma proativa e correta no momento certo, oferecendo o suporte necessário a cada situação.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAinda o queridinho
Próximo artigoÉ impossível fugir do online?