Um novo polo de call center?

0
0
A cidade de Teresina vem se tornando um grande polo de call center. Hoje, ela já conta com operações da Almaviva e Vikstar, que juntas geram 11 mil empregos. Mas, segundo o prefeito Firmino Filho, uma terceira empresa está se instalando e uma quarta já entrou em contato com a Prefeitura. A expectativa é que com isso se chegue a 20 mil pessoas trabalhando na atividade.
Para o prefeito, a aprovação de uma legislação específica para o setor permitiu a atração desse tipo de negócio, aumentando a oferta de vagas. “É um polo que se expande em nossa cidade. Agora vamos chegar a 20 mil empregos gerados nos próximos anos. Isso tudo permitido por uma legislação efetiva feita pela Semdec (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico) e aprovada há dois anos pela Câmara Municipal. Por sua eficiência, essa legislação permitiu que resultados chegassem rápido ao mercado de trabalho”, destacou Firmino Filho.
Dentro disso, na última sexta (01), o prefeito assinou uma ordem de serviço para a reforma do Centro de Capacitação da Vermelha, no valor de R$ 178 mil e com prazo de 90 dias para execução. No local será instalado um laboratório de informática, em parceria com a Vikstar. O objetivo é levar à população da zona Sul a oferta de cursos visando proporcionar desenvolvimento técnico e profissional em estrutura física apropriada para oferecer as capacitações. No laboratório, serão instalados 16 conjuntos de posições de atendimento, com mesas, cadeiras, computadores, mini central, aparelhos telefônicos, headsets e demais equipamentos necessários para o laboratório. No centro de capacitação será montado ainda um laboratório de informática.