Uso das redes sociais nos processos seletivos

0
1
A australiana Social Figures desembarcou no Brasil em 2010 com o aplicativo BrandCare, utilizado pelas áreas de marketing para avaliar imagem de marcas e estabelecer canais de relacionamento com os consumidores. Agora, a empresa lança o Social Highlight como um desdobramento natural da tecnologia para a área de recursos humanos, ao permitir conhecer melhor os candidatos nos processos seletivos. A aplicação pode ser utilizada tanto para triagem inicial de candidatos, quanto para o refinamento de informações na etapa final do processo.
O funcionamento do Social Highlight inicia-se com a autorização do candidato em disponibilizar seus dados no Facebook, Twitter e/ou LinkedIn para a empresa recrutadora. A plataforma informa o indivíduo sobre a natureza da análise, incluindo um termo de confidencialidade, e a adesão é opcional. Após autorização, o software faz uma pré-avaliação de cada perfil do candidato, tentando localizar dentre todas as mensagens coletadas, palavras-chave relacionadas à vaga em questão.
Após a primeira etapa, um especialista de RH avalia detalhadamente o perfil do candidato por meio de 15 indicadores, como fluência em idiomas, interação social, uso de linguagem culta ou informal, padrão otimista ou pessimista, humor, etc. Por exemplo, se o candidato lê, curte e compartilha artigos da coluna financeira do New York Times, o analista irá interpretar tal comportamento como sinal de proficiência em inglês e inclinação para posições ligadas a economia ou política internacional.