Witness faz oferta para comprar Eyretel

0
7

A notícia pegou o mercado de surpresa. Pouco menos de um ano depois que a Nice se uniu com a Thales (ex-Racal), que se transformaram no maior fornecedor do mercado de gravação, a oferta que a Witness acabou de fazer para absorver a Eyretel, pode-se dizer já era esperada. A novidade é a composição que foi feita.


A Witness assinou um termo de intenção para a aquisição das ações da Eyretel, avaliadas em US$ 59,8 milhões, a serem pagos em cash. As negociações devem ser concluídas entre março e abril. Nicholas Discombe, atual presidente da Eyretel, aceitou ser presidente e COO da nova organização.


Segundo o Datamonitor, a Witness se tornariam líder do mercado em gravação de qualidade e dedicada. Essa união, de acordo com o instituto, representaria 50% do mercado.