Um modelo para Secretaria de Saúde de Pernambuco

0
0

Após meses de preparação e acompanhamento de experiências bem-sucedidas em outros estados, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) de Pernambuco inaugurou no início deste ano sua área de Ouvidoria. O órgão, localizado na Central de Regulação Médica, na Boa Vista, será um importante canal de comunicação com a população atendida pela Rede Estadual de Saúde no Estado. “A Ouvidoria é um importante instrumento de gestão democrática. Ela nos ajudará muito com as críticas, mas principalmente com as sugestões”, pontua Gentil Porto, secretário estadual de Saúde, durante a inauguração.

Os usuários do SUS em Pernambuco poderão fazer denúncias, queixas, críticas, dar sugestões ou elogiar os serviços por quatro meios: telefone (0800-286-2828), e-mail ([email protected]), atendimento no próprio órgão e o depósito de formulários nas caixas instaladas em todos os grandes hospitais do Estado.

Para receber a acentuada demanda que espera, a Ouvidoria contará com o trabalho de quatro teleatendentes (duas no período da manhã e duas à tarde). O atendimento estará disponível das 8h às 17h, sem interrupção. Os e-mails enviados serão lidos diariamente e os formulários depositados nas caixas instaladas nas unidades de saúde, recolhidos semanalmente. Todas as queixas, sugestões e elogios serão armazenados em um programa de computador, para que se tenha uma estatística sempre atualizada dos principais problemas enfrentados pelos usuários. “Nossa expectativa é dar um retorno, seja por meio de e-mail ou telefone, a todas as pessoas que nos procurarem”, avalia o ouvidor Eduardo Sá Barreto.

De acordo com a consultora do projeto de implantação do órgão, a professora da PUC-RJ, Elizabeth Sussekind, além de criar uma cultura de transparência, a Ouvidoria certamente trará maior qualidade para os serviços oferecidos pela Rede Estadual de Saúde.