A guerra no e-commerce

0
1











Essa semana, a Credicard anunciou a entrada no mercado de e-commerce. Resultado da parceria com o Comprafacil.com, o novo portal vai reunir em um único portal, além de todo o mix do site com mais de 50 mil produtos, diversos itens das lojas do grupo. Junto a isso temos visto a proliferação e o crescimento de lojas virtuais especializadas. Um bom exemplo é a Netshoes que, em poucos anos, se tornou referência em comércio eletrônico, apostando principalmente no atendimento e na rapidez das entregas. Em 2011, a empresa, inclusive, iniciou a internacionalização com o lançamento das operações na Argentina e México.

 

Esse cenário vem sendo puxado pelo grande potencial que o mercado brasileiro de e-commerce vem apresentando. Só no ano passado, esse setor faturou R$ 18,7 bilhões, aumento de 26% em relação a 2010, segundo dados da e-bit. O tíquete médio ficou em R$ 350, com 9 milhões de novos e-consumidores. Dessa forma, foram 32 milhões de consumidores que compraram, ao menos uma vez, via web. A expectativa é que esse ano o e-commerce cresça 25%, com faturamento de R$ 23,4 bilhões. Só no primeiro semestre, período em que historicamente acontecem 45% das vendas do ano, são esperados R$ 10,4 bilhões.

 

Mais do que isso, esses novos players vem se aproveitando das dificuldades que as tradicionais marcas brasileiras de e-commerce vem enfrentando. Esse mês, o Procon-SP determinou a suspensão, por 72 horas, dos sites Americanas.com, Submarino e Shoptime, em todo o Estado de São Paulo. O motivo foi o aumento do número de atendimentos gerados pela empresa, sendo a maioria deles por falta de entrega do produto ou defeito no item adquirido. Em 2010, o órgão registrou 2.224 atendimentos sobre problemas com os sites. No ano passado, esse número aumentou em 180%, com o registro de 6.233 atendimentos. Apesar da ordem, o juiz Evandro Carlos de Oliveira, da 7ª Vara de Fazenda Pública de São Paulo, suspendeu a decisão do Procon.

 

Em nota, a B2W informou que trabalhou intensamente para resolver as questões que impactaram os clientes no final de 2010. Foi reduzida em 27,9% a quantidade de reclamações, quando comparado o segundo semestre de 2011 com o primeiro, e em 71,6% quando comparamos janeiro e fevereiro de 2012 com igual período de 2011, conforme dados divulgados pelo Sindec, relativos à Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor – SP.

 

No meio dessa briga das lojas virtuais, quem deve sair ganhando é o consumidor que tem mais opções de lojas e passa a ter um atendimento mais próximo.

 

Confira o cenário e os protagonistas dessa guerra nas matérias do site ClienteSA:

 

Esquenta a briga no e-commerce
Credicard cria loja virtual em parceria com Comprafacil.com

 


Site de e-commerce expande atuação para estratégia de internacionalização

 


Eletrodomésticos e informática lideram o ranking de produtos mais vendidos em 2011

 


Especialistas falam sobre expectativas e demandas do setor em evento da ACSP

 


Americanas.com, Submarino e Shoptime terão que interronper atividades por 72 horas

 


Portais de e-commerce receberam reclamações dos consumidores por irregularidades na entrega de produtos

 


Pesquisa revela que 76% das pessoas vêem lojas virtuais como sinal de preço baixo

 


Comércio eletrônico pela TV facilitará entrada de pequenos varejistas por dispensar forte investimento

 

Conheça também o case de atendimento da Netshoes:

 

Revista ClienteSA
Abram alas à net

Apoiada em software de inteligência, loja virtual impõe uma nova dinâmica no relacionamento com o cliente, indo além do tradicional call center, e com o controle total do atendimento

 

TVip Callcenter


Netshoes aposta em software de inteligência para integrar o atendimento

 


Planos e projetos da Netshoes para melhorar a gestão dos clientes

 

Callcenter.inf.br


Gás Natural Fenosa e Netshoes foram as grandes vencedoras brasileiras na premiação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLeilão de talentos
Próximo artigoPonto eletrônico, dessa vez vai?