A nova cara do marketing

0
11


O que encontramos com certa freqüência no meio empresarial, é a desmotivação causada por falta ou inadequação dos programas de reconhecimento e avaliação de performance dos funcionários, e isto é válido para empresas de micro a grande porte. É neste cenário que o marketing encontrou mais uma frente de atuação: o marketing do mérito, ou seja, estratégias para valorização e incentivo dos melhores funcionários para garantir o crescimento e lucro de uma empresa.

Em outros termos isso chama-se: Meritocracia (do latim mereo, merecer, obter) é a forma de atuação baseada no mérito, onde as posições hierárquicas são conquistadas com base no merecimento e competência. “As pessoas realmente fazem a diferença no crescimento de uma empresa, portanto, a valorização e a motivação torna-se fundamental”, afirma Carlos Moraes, diretor da Plus Incentive.

A Meritocracia já é uma realidade em algumas multinacionais, e este tipo de gestão chega ao Brasil para enfraquecer e desfazer a política do Q.I. (quem indiciou). De acordo com Carlos, a área de Recursos Humanos precisa motivar a carreira de todos os profissionais envolvidos na empresa, desde o faxineiro terceirizado ao principal CEO. Todos precisam estar incentivados e envolvidos com compromisso da empresa. “Criamos situações que estimulam os funcionários a produzir mais e melhor. As premiações em dinheiro são as que oferecem melhores resultados”, comenta o diretor.

Prova disso é a pesquisa realizada pela Plus Incentive, em 2006, com 75 profissionais – com quatro ou mais anos de trabalho na mesma empresa. Aquelas que foram motivadas e estimuladas com premiações tiveram rendimento 30% maior do que aquelas que não tiveram recompensas.