ABCP quer unir esforços contra a pirataria

0
2

ABCP vai fomentar combate à pirataria A recém criada Associação Brasileira de Combate à Pirataria (ABCP) quer unir esforços dos empresários para o combate à pirataria. Sob o comando de Aleksander Santos, que além de presidente da ABCP é presidente da Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing no Rio de Janeiro (ADVB-Rio), o principal objetivo da ABCP é fomentar a criação de delegacias
especialiazadas – a exemplo da que foi criada no Rio – e criar um serviço de inteligência.

Para a criação da delegacia de combate à pirataria no Rio (há menos de um ano), a ADVB fez, com a ajuda de seus associados, um investimento de R$ 1 milhão. A criação da ABCP é apoiada por um grupo de empresários. “É do interesse de todos os empresários que a pirataria seja erradicada, ou pelo menos reduzida ao máximo. A delegacia do Rio ainda não funciona do modo exato como gostaríamos – que é na investigação de pontos de produção e entrada das mercadorias no Estado -, mas tem realizado muitas apreensões.
Queremos o mesmo para outros estados. Embora a ABCP tenha sede no Rio, vamos ter escritórios em São Paulo, Minas Gerais e Brasília”, afirma Aleksander Santos. A idéia é trabalhar em conjunto com as autoridades, já que sabe-se da deficiência de recursos e pessoal nos órgãos federais e estaduais responsáveis pela segurança.

“Queremos saber o que podemos fazer pela
polícia das fronteiras e vamos criar nosso próprio serviço de inteligência. Embora não tenhamos o poder de polícia, podemos investigar e fomentar as delegacias de combate à pirataria com, além de recursos financeiros, dados para o melhor desempenho de seus trabalhos”, acrescenta o presidente da ABCP.