Anicetoweb reduz burocracia

0
4


Menor preço e garantia de entrega ainda são os principais critérios avaliados por grande parte dos supermercadistas em uma negociação de compra. Mas muitos deles já se convenceram de que a melhor análise é aquela que leva em conta os valores agregados oferecidos pelo fornecedor, por meio de um processo permanente de colaboração e parceria, que leva ao aumento do faturamento e da venda com melhor rentabilidade. São ofertas de treinamento, apoio no merchandising e na gestão do negócio, entre outros serviços, que, claro, têm custos e benefícios e adicionam valor. Por investir no negócio do varejista, os fabricantes, atacadistas e distribuidores recebem um tratamento diferenciado.

Geraldo Aniceto, dono do pequeno supermercado São Sebastião, em Barra Mansa, estado do Rio, e um dos coordenadores do Comitê Gerenciamento por Categorias da Associação ECR Brasil, é um desses que já despertaram para a mudança de estratégia. Além de perceber os benefícios do novo formato de negociação, lançou o portal Anicetoweb (www.anicetoweb.com.br) , para estreitar os laços entre fornecedores e pequenos e médios varejistas e reduzir a burocracia no setor de compras.

“Com o serviço, o profissional de vendas torna-se um verdadeiro consultor, por conhecer o perfil do consumidor dos produtos que fornece e por auxiliar o comerciante a definir o mix da loja. Além disso, ganha tempo com a redução de visitas ao comprador, podendo dedicar mais atenção a atividades que promovam aumento de giro e rentabilidade, e a diminuição de custos operacionais com a automatização de todo o processo. Para os supermercadistas, o benefício é poder avaliar melhor quais as ofertas mais vantajosas. Pagar um preço ligeiramente maior compensa quando o custo final é menor, em razão dos benefícios agregados, e a rentabilidade, maior”, defende Aniceto.

O portal, já em funcionamento – além do São Sebastião, outros cinco supermercados das cidades de Volta Redonda e Barra Mansa já utilizam o serviço -, possibilita ainda aos supermercadistas associarem-se a outros comerciantes para ampliar o poder de compra, reduzir custos do processo e avaliar cada fornecedor, de acordo com os serviços e investimentos oferecidos e o valor deles, em termos de porcentagem. A análise é realizada a partir de uma lista de dez itens, do prazo de entrega de 24 horas ao fornecimento de auditoria e material de merchandising. Cada um recebe uma pontuação de zero a um – e o total acumulado é convertido em valores porcentuais, ou seja, se somar três pontos, terá 3% de vantagem sobre o concorrente.

Os serviços do portal Anicetoweb estão disponíveis para empresários de todo o Brasil, que podem se associar pelo próprio site. “A iniciativa facilita ao pequeno varejo a busca pelo alcance de eficiência e o desenvolvimento de parcerias, principais metas da associação”, afirma Claudio Czapski, superintendente da Associação ECR Brasil, entidade que trabalha na busca por processos eficientes para otimizar a produtividade entre a indústria e o varejo.