Baan lança a versão 2.2 do iBaan Decision Manager

0
1

A Baan, especializada em soluções para gestão industrial, lança a versão 2.2 de seu software de informação, o iBaan Decision Manager, que foi desenvolvido para medir, monitorar, analisar e gerenciar processos de negócios. O produto inclui infra-estrutura de datawarehouse, e repositório central de dados, que otimiza processos de análise e de emissão de relatório.

Celso Azanha, diretor geral da Baan Brasil, explica que com esta infra-estrutura é possível traduzir dados transacionais complexos de várias fontes em informações de negócios consistentes e amigáveis. “Como resultado, permite acessar toda a inteligência escondida dentro do banco de dados, auxiliando a obter vantagem e fortalecer o suporte à tomada de decisões táticas por toda a empresa, o que na nova geração de ambientes colaborativos tem importância crescente”, acrescenta.

Azanha salienta que o aprimoramento das soluções faz parte da estratégia da empresa, que visa auxiliar indústrias de manufatura discreta em mercados importantes para a Baan como eletro/eletrônico, automotivo, indústria de processo e máquinas e equipamentos. Com o objetivo de aumentar os níveis de medição de performance que guiam o processo de planejamento, a solução alavanca a utilização dos dados produzidos pelo sistema de ERP por meio de análises detalhadas destas informações. Desta forma, é possível obter uma fonte de indicadores de performance, anteriormente indisponíveis. O iBaan Decision Manager permite ainda otimizar relatórios e análises de processos de dados multi-dimensionais para tornar os negócios mais lucrativos e competitivos.

Além disso, quando implementada com a solução iBaan Diagnostic Analyzer, de diagnóstico de causas de problemas operacionais, possibilita conexão clara entre números de balanço e causas operacionais que impactam na performance.
As duas soluções disponibilizam dados importantes que agilizam a resposta às mudanças dos negócios e ajudam a analisar as principais métricas do negócios como direcionamento de vendas, performance de entrega on-time, acuracidade de inventário e taxas de câmbio. Inserem também processos financeiros e análises integradas ao workflow de negócios.