Bancos e governo investem em TI

0
0


Investir em tecnologia é, atualmente, uma necessidade constante. Quando se trata do setor bancário e de órgãos governamentais, esse procedimento deve ser ainda mais contínuo. Prova disso é o resultado do primeiro quadrimestre da Cimcorp, integradora e provedora de soluções de tecnologia da informação e outsourcing. Neste período, a venda de produtos e serviços para empresas desses dois setores cresceu quase 130% no composto de receita da Cimcorp de 2006, em relação a 2005.

“Esses segmentos mantêm investimentos constantes, principalmente na atualização das máquinas e na proteção dos dados”, afirma Tadeu Fucci, presidente da Cimcorp. “Os acordos com bancos e órgãos do governo representaram mais de 60% do total faturado pela empresa neste início de 2006, o que ressalta a importância destes dois mercados para os negócios da Cimcorp”, explica o executivo.

Dentre os órgãos públicos, podemos destacar os trabalhos desenvolvidos para o Instituto de Resseguros do Brasil (IRB), Presidência da República e Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes). “Muitas empresas e órgãos estatais estão atualizando suas soluções de TI ou implementando ferramentas que melhorem os serviços para os cidadãos”, conta Fucci. No setor bancário, projetos para o HSBC, Merril Lynch e BankBoston representaram as operações mais significativas.