O canal para quem respira cliente.

BB: novo modelo de agência para classe C

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin



Para atrair novos clientes e avançar principalmente nas classes de menor renda (C, D e E), o Banco do Brasil vai gastar R$ 1 bilhão com a abertura de 600 novas agências e postos de atendimento em todo o País em 2011.


O investimento inclui um novo conceito de atendimento: as “agências complementares”. A ideia é colocar funcionários dentro ou perto do estabelecimento conveniado, para realizar operações que não são feitas nos correspondentes, como concessão de crédito.


Esse modelo, mais barato, será adotado em cidades onde não há demanda que compense o custo de uma agência.


Das 600 agências previstas para este ano, 250 serão complementares, 250 tradicionais e haverá 100 postos de atendimento.Para atender ao projeto, o banco pretende contratar neste ano cinco mil funcionários e pode fazer novos concursos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima