Bizavista firma parceria com Yahoo! e AMD

0
0

A Bizavista, empresa responsável pelo desenvolvimento e operação da RNPN (Rede Nacional de Portal de Negócios) está liderando uma campanha de joint-marketing para estimular as transações de negócios na sua rede de portais.

A operação envolve a Yahoo! Brasil, AMD, Officenet e o site de bônus eletrônicos DOTZ, além de integradores de micros que utilizam chips da AMD. O objetivo é aquecer as vendas de microcomputadores com processador AMD e material de escritório não só para as pequenas e micro empresas que compõe a RNPN, mas também para consumidores que freqüentam habitualmente os sites da Yahoo!, Officenet e de parceiros da DOTZ.

De acordo com Mário Firmino, diretor da Bizavista, a composição da parceria montada para a campanha constitui um ecossistema completo para estimular vendas na rede. “A idéia é de produzir sinergia entre as empresas participantes da operação, aproveitando o acesso direto da rede de portais ao grande filão das pequenas empresas”, afirma o executivo.

O sistema de bônus da DOTZ, que já vinha sendo utilizado pelas empresas da rede, também é acionado na promoção. A Officenet, por sua vez, oferece facilidades na venda de papelaria e material de escritório em geral. Pelo acordo, a Yahoo! comparece com a divulgação da RNPN em seu mecanismo de busca, enquanto a AMD e seus integradores oferecem vantagens na venda de computadores com seus chips e a Officenet fornece apoio em televendas e logística aos integradores que assim o necessitem.

Como contrapartida a RNPN proverá divulgação dos serviços de destaque do Yahoo! para pequenas empresas, a AMD reforça sua presença institucional junto a pequenas empresas, enquanto viabiliza vendas para seu canal e mede resultados de sua estratégia de marketing.

Segundo Mário Firmino, a campanha não tem prazo para terminar e é um dos primeiros casos de interseção entre estratégias de B2B e B2C envolvendo a Rede Nacional de Portais de Negócios. “Mesmo conservando seu foco em relacionamento de negócios para pequenas empresas, a RNPN tem interesse em ampliar o movimento de acessos do consumidor final à rede para favorecer principalmente os profissionais liberais usuários do sistema”, assinala o diretor da Bizavista.