Buscador omni-channel para cliente e vendedor

0
1
O varejo mudou, as vendas e o relacionamento com os clientes por meio das tecnologias de comunicação digital reconfiguraram as relações de consumo. Nos últimos anos, a partir da Internet cada vez mais rápida e dos smartphones em um cenário em que a vida é cada vez mais corrida, verificou-se um estreitamento do limite entre loja física e loja online, demandando um atendimento multicanal, o omni-channel. 
Atualmente, o consumidor pode tanto conhecer quanto comprar o produto na loja física ou na loja virtual de acordo com sua conveniência. Um canal não exclui o outro. Pelo contrário, os canais de contato e venda potencializam a relação do consumidor com a marca que oferta determinado bem ou serviço. Aproveitando este contexto, entrou no ar o Ciwwic, um buscador interativo com sistema integrado de negociações online, que conecta quem quer comprar com quem quer vender, cujo objetivo é aumentar potencial de vendas das marcas inscritas no buscador. A utilização é gratuita para consumidores e fornecedores de produtos e serviços. Além disso, o buscador possui serviços adicionais para o fornecedor, como Publicidade Contextual e Posicionamento de Resultados, que podem ser adquiridos sem a obrigatoriedade de planos mensais. 
Partindo da premissa de que somente o consumidor sabe em que momento pode ser abordado, o Ciwwic visa devolver a ele o poder nas relações de consumo e o protegendo do excesso de publicidade digital. Ou seja, cada coisa no seu lugar e um lugar para cada coisa. Assim, o buscador organiza a web para o consumidor e permite que cada um busque e encontre apenas o que precisa. O buscador consegue conectar consumidores e fornecedores através de um sistema de busca e de mensagens instantâneas, que permite desde realizar cotações simultâneas em tempo real até fechar negócios. “O Ciwwic é guiado pelo conceito de comércio inteligente, pois acreditamos que somente o consumidor sabe o momento exato em que deve ser abordado. Isso só é possível, porque estamos cada vez mais conectados”, afirma Paulo Rocha, idealizador da plataforma.