Capacitação on-line no varejo

0
4



Com o objetivo de entender melhor a relação do setor de varejo com investimento em tempo para capacitação e treinamentos via web, a Take 5, empresa especializada em comunicação corporativa com recursos de interatividade, realizou uma pesquisa. A pesquisa mapeou os costumes e hábitos dos vendedores e promotores de TI do varejo. Promovido durante o evento IRC da Intel, o levantamento entrevistou cerca de mil pessoas, entre vendedores e promotores, nas capitais São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Salvador, Recife e Brasília. Em suma maioria, 74% dos pesquisados fazem os treinamentos em casa, e apenas 16% cursam durante o trabalho.

 

Em relação à preferência pelos treinamentos on-line, as opiniões se divergem: 46% dos entrevistados preferem o horário da manhã, já 36% ficam com o período noturno, e 18% são mais adeptos da parte da tarde. A pesquisa ainda aponta que apenas 45% do universo abordado possuem acesso à Internet banda larga no trabalho. No entanto, aproximadamente 85% dos pesquisados possuem banda larga em casa e apresentam bastante interesse e motivação própria para capacitação pessoal e profissional feita mesmo fora do horário de trabalho.