Celular vira moeda na compra de bebidas

0
1



Agora, será possível comprar e pagar refrigerantes, sucos, chás e energéticos em máquinas Coca-Cola, denominadas vending machines, utilizando o celular. Quem traz a novidade para o Brasil é a Refrigerantes Minas Gerais (Remil), fabricante dos produtos Coca-Cola no Estado, em parceria com a Coca-Cola Company, M-Pay (Mobile Payment System), Telemig Celular e Visa. O projeto piloto *2653 – que significa Coke, se digitado no celular – acaba de ser lançado em Belo Horizonte, e fica em funcionamento experimental durante 60 dias, em 15 pontos de venda, entre eles maternidades, shoppings e lojas Telemig Celular.


A operação de compra pode ser realizada por meio de qualquer operadora de celular e o valor, debitado pelo cartão de crédito Visa. Entretanto, o número *2653 é exclusivo da Telemig Celular. Para as demais, é preciso discar o número (31) 9933-3333. O custo da operação é de uma ligação local. A idéia é que, futuramente, o número *2653 seja estendido para as outras operadoras e que o serviço seja também disponibilizado para outras bandeiras de cartão de crédito e para débito automático.


Durante esses dois meses de teste, a Visa está realizando uma pesquisa de satisfação da tecnologia. A proposta é que, com o sucesso do projeto, a Remil lance a vending machine em canais estratégicos para a empresa, conforme os resultados apresentados pela pesquisa.


O novo sistema, como explica o líder do projeto na Remil, Washington Cabral, gerente de Tecnologia de Informação da empresa, possibilita maior conveniência para o consumidor. “O celular é um diferencial nesse mundo de mobile payment. Esse sistema já existia na Eslovênia e trouxemos para o Brasil. Além disso, dinheiro de plástico é muito bem aceito no país”, afirma. O uso de celulares no pagamento da bebida elimina problemas de aceitadores de notas, evita trocos em moedas e cédulas, além de proporcionar que a cobrança só seja feita no boleto do cartão de crédito.


O sistema via celular também representa uma redução dos custos operacionais das vending machines. A nova tecnologia permite que as máquinas sejam monitoradas on-line e, como a central será informada de cada compra, será possível que a Remil saiba a situação de cada máquina em tempo real e faça uma programação mais precisa do abastecimento.