O canal para quem respira cliente.

Cidade digital

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin



A Motorola e a Convergencia Research divulgaram os resultados finais do Ranking Motorola de Cidades Digitais. A pesquisa, que começou a ser feita há um ano, avaliou o nível de digitalização de 150 cidades, em 15 países da América Latina. São Paulo foi considerado o município mais digital da região por destacar-se com seu e-governo, pelos serviços que presta aos cidadãos pela Internet; compromisso com a inclusão digital e pelas aplicações de tele-saúde e tele-segurança.

 

Já a cidade de Salvador (BA) ficou com o 12º lugar, tendo como destaque o uso da tecnologia nas áreas de saúde e educação. Os municípios de Mérida e Chihuahua, do México, e San Luis, da Argentina, foram eleitos em segundo, terceiro e quarto lugar, respectivamente. O estudo leva em consideração a infraestrutura, os serviços, e-binding e o compromisso assumido com a redução da desigualdade digital, assim como o emprego de tecnologias de informação e comunicação (TICs) entre os cidadãos, empresas e outras instituições públicas.

 

Segundo o estudo, 103 das 150 cidades pesquisadas possuem planos de digitalização de processos administrativos, 106 possuem programas de governo eletrônico, e somente 15 ainda não têm nenhum plano para expandir os níveis de digitalização. “A pesquisa nos mostrou que o processo de digitalização é uma tendência solidamente enraizada na América Latina, que continua avançando para reduzir a brecha digital e para consolidar a tecnologia como um serviço básico, sendo que futuramente esta será tão indispensável como a energia elétrica e a água potável”, afirmou Manuel Moreno, gerente de marketing de banda larga sem fio da Motorola.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidade digital

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin



Ao completar 180 anos, a cidade de Amparo, localizada no interior do estado de São Paulo, implementou um novo sistema de monitoramento por câmeras e uma robusta rede de transmissão de dados, voz e vídeo. Fruto de um investimento da ordem de R$ 1 milhão, a iniciativa é parte de um ambicioso projeto da prefeitura que visa, em sua última etapa, prover uma infra-estrutura adequada para o desenvolvimento de uma cidade digital.

 

A NEC Brasil, empresa provedora de soluções convergentes de redes de comunicação e tecnologia da informação, foi a vencedoora do processo licitatório que contratou os serviços para implantar a primeira etapa do projeto, que já vem apresentando bons resultados e conquistando o reconhecimento da população, desde a fase de testes. Até o momento, foram contemplados o sistema de monitoramento de segurança e a criação de uma rede única de conectividade para integração de mais de 90% dos prédios da rede municipal.

 

“Este é um projeto de grande importância para a prefeitura de Amparo, que considera estratégica a informatização. Com ele, buscamos obter maior eficiência, agilidade, redução de custos e, principalmente, possibilitar um melhor acesso a serviços e o atendimento aos cidadãos”, afirma Paulo Miotta, prefeito de Amparo. “Nosso próximo objetivo é disponibilizar alguns serviços públicos, como a emissão de certidões e cadastramento para atendimento em postos de saúde, para toda a população em quiosques com acesso à Internet. E, no futuro, nos tornar uma cidade digital e possibilitar uma maior inclusão social a todos os munícipes”, completa.

 

Para aprimorar e garantir a segurança dos moradores e turistas, o sistema de monitoramento de imagens conta, atualmente, com câmeras em 36 pontos estratégicos da cidade, considerados mais críticos. As demais foram instaladas nas saídas da cidade para São Paulo, Pedreira, Itapira, Serra Negra, distrito de Três Pontes e acesso para a zona rural. Todo o monitoramento está sendo realizado a partir da sede da Guarda Civil, que foi totalmente reformada para este fim e conta com profissionais dedicados 24 horas por dia. O sistema tem capacidade de expansão para até 128 câmeras e permite que, além do acompanhamento das imagens, tudo seja gravado para posterior análise. As imagens são transmitidas via rede convergente multiserviços, utilizando sistemas de rádio, por meio de antenas especiais instaladas em diversos pontos da cidade.

 

Esta rede multiserviços também carrega sinais de voz e dados, interligando digitalmente mais de 90% dos prédios da prefeitura, bem como escolas, centros de referência de assistência social, postos de saúde, dentre outros. No novo paço municipal, por exemplo, ela está internamente estruturada para atender a aproximadamente 300 postos de trabalho, por meio de um PABX NEC IPS, com 120 linhas DDR (discagem direta a ramais) disponíveis. O equipamento é híbrido e permite o tráfego de voz sobre rede IP, o que pode possibilitar aos usuários mais facilidades, agilidade e flexibilidade, além da redução das despesas com chamadas entre as localidades, bem como dos custos de instalação e manutenção do sistema.

 

Todo o projeto foi viabilizado pela parceria da Prefeitura de Amparo com a Senasp/Ministério da Justiça e com as secretarias Municipais de Administração, Educação e Saúde. “A modernização tecnológica, mais do que melhorar as rotinas e processos de trabalho nos órgão públicos de Amparo, amplia as possibilidades dos munícipes exercerem sua cidadania”, completa o prefeito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima