Classe C deseja internet no celular

0
1

No período em que a maioria dos brasileiros tem um aumento na renda e intensifica as compras, o acesso à web via celular lidera a preferência de investimento dos jovens das classes C, D e E. Para 78%, se tivessem aumento de R$ 500,00 na renda pessoal, colocariam internet no aparelho. É o que aponta pesquisa desenvolvida pela consultoria Plano CDE, especializada no universo das classes C, D e E.
O segundo item de desejo no aparelho celular mais citado pelos usuários é o MP3Player, com 73%, seguido das funcionalidades câmera para fotografar e bluetooth, respectivamente com 71% e 70%. De acordo com a pesquisa, o acesso a e-mails nestes aparelhos é a preferência de 64% dos entrevistados. 
O estudo também revela que 35% dos usuários, mesmo com o aumento de R$ 500,00 na renda pessoal, não trocariam seus telefones celulares. “Identificamos que os usuários da base da pirâmide já contam com aparelhos sofisticados, com cinco funções em média, mas os celulares com mais funcionalidades, como os smartphones, são a prioridade”, observa Luciana Aguiar, antropóloga e sócia diretora da Plano CDE.
O levantamento aponta a Nokia como a marca mais desejada entre os que comprariam novo aparelho, com 21%. Na sequência estão Motorola, com 10%, Apple, com 8%, e Blackberry, LG e Sony Ericsson, cada uma com 5% das intenções. Das marcas mais conhecidas, a Samsung aparece com 4% das preferências. 
“As marcas mais acessíveis precisam se posicionar de forma mais inovadora para que consigam acompanhar estes jovens que estão em processo de mobilidade social”, analisa Luciana. 
De abrangência nacional, a pesquisa ouviu 891 pessoas, sendo que 64% são jovens entre 14 e 24 anos, e que pertencem a famílias com renda média de até R$ 3.181,00 por mês.