Como o BI auxilia o mundo corporativo?

0
1



O fascínio criado em torno de soluções de Business Intelligence se deve às suas promessas de possibilitar à organização ter uma visualização poderosa sobre suas operações, melhorando a tomada de decisões estratégicas e impactando positivamente em todo o negócio.


A possibilidade de atingir esses resultados fez com que os sistemas de BI se tornassem prioridade em qualquer departamento de TI nos últimos anos. No entanto, essas tão faladas promessas só se tornam realidade se o BI for capaz de se incorporar à rotina dos colaboradores de uma empresa em larga escala. E há uma condição básica para que isso aconteça: grandes grupos de usuários demandam simplicidade na solução adotada pela companhia.


Uma recente matéria publicada em uma das mais expressivas revistas de TI dos EUA mostrou o caso da Pershing LCC, companhia de clearing e serviços com foco em investidores financeiros. O BI utilizado pela empresa atende a cerca de 78 mil usuários. Começou com dezenas de usuários, depois passou para centenas até atingir a marca atual. E isso em alguns meses. A resposta para conseguir tal feito? Facilidade de uso.

 

Essa percepção de facilidade e simplicidade se dá quando os usuários não precisam passar por treinamentos formais e mesmo assim são capazes de encontrar o que procuram na ferramenta de maneira intuitiva.

 

A expansão no número de usuários deve acontecer de maneira progressiva e, para que a adoção inicial da nova solução não seja traumática, é bom lidar com a expectativa desses usuários e deixar claro que as funcionalidades serão adicionadas gradativamente. A eficiência de uma plataforma de BI pode ser medida por sua capacidade de tratar cada nova funcionalidade como um alvo móvel, uma vez que os requerimentos e solicitações dos usuários também estão sempre mudando. Ou seja, a cada mudança de solicitação, a ferramenta deve ser capaz de se adaptar e agregar novos usuários e capacidades.

 

Compartilhamento de informações – Alguns sistemas de BI nascem completamente fora da necessidade do negócio. Outros originam-se para atender a tarefas específicas. Em ambas as situações, a promessa de ter uma visualização completa sobre o negócio fica comprometida. A forma como é feito o compartilhamento de informações por meio de uma plataforma de BI é peça-chave em um projeto de Business Intelligence.

 

Um dos segredos para se obter sucesso nessa questão é que a equipe de TI esteja sempre apta a se antecipar às solicitações das áreas de negócios pelo envio de relatórios, em vez de simplesmente reagir aos pedidos desses profissionais por informação. E isso só é possível com uma ferramenta de BI que permita a entrega de informação em formatos múltiplos, a partir de qualquer fonte de dados.

 

Se os pilares de uma solução de BI forem simplicidade e facilidade de uso, maiores serão as chances de uma ampla adoção no ambiente da empresa, passando pelas áreas de Marketing, Vendas, Operações, etc. E, consequentemente, quanto maior for à comunidade de usuários, maiores serão as possibilidades das promessas do BI se tornarem realidade.

 

David Fernandez é diretor comercial da InfoBuild Brasil, representante exclusiva da Information Builders no Brasil.