Clique e visite a landing do Congresso ClienteSA 2022

O canal para quem respira cliente.

Confiança do consumidor tem nova queda

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin



O resultado do o Indicador Nacional de Expectativa do Consumidor (INEC) em abril registrou queda de 3% na comparação com a pesquisa de março. Apesar desta ser a segunda queda consecutiva do índice, ele permanece em nível elevado. Não é possível uma comparação com o mesmo mês de anos anteriores, pois esta é a primeira vez que o INEC é realizado em abril. Entretanto, o índice de abril de 2010 é superior ao registrado tanto em março quanto em junho de 2009 (levantamentos trimestrais) e permanece superior a sua média histórica. O INEC existe desde 1996, porém era divulgado trimestralmente. Diante de sua relevância, CNI e Ibope Inteligência firmaram parceria para possibilitar a divulgação mensal.

 

Excetuando-se as expectativas de compras de bens de maior valor (que se mantiveram estáveis), todos os índices que compõem o INEC registraram queda na comparação com março de 2010. Os índices relacionados à situação financeira, endividamento e expectativa com relação à própria renda foram os que registraram os maiores recuos. As quedas observadas nos índices de situação financeira e endividamento recuaram, respectivamente, 5,2% e 4,6% na comparação com o registrado em março. Isto significa que os consumidores encontram-se mais endividados e com situação financeira pior que nos últimos meses. Ambos os índices são os menores desde junho de 2009.

 

O índice de expectativa de renda pessoal recuou 4,5% na comparação com março e registra o menor nível desde junho de 2008. Também se reduziu o otimismo do consumidor quanto à evolução futura da inflação e do desemprego. Os índices registraram recuo de 1,3% e 2,9%, respectivamente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima