Consumidor continua otimista, aponta INC

0
1



O Índice Nacional de Confiança ACSP/Ipsos de fevereiro de 2011 atingiu 157 pontos, contra 161 pontos em janeiro, e acima dos 148 de fevereiro de 2010. As regiões Norte e Centro-oeste continuam as mais otimistas registrando 178 pontos, apresentando queda em relação aos 200 pontos de janeiro.  A região Sudeste marcou 160 pontos contra 168 em janeiro. A região Sul ganhou 8 pontos, atingindo 175 pontos (contra 167 pontos em janeiro de 2011). A região Nordeste, a menos otimista, registrou queda de 12 pontos, marcando 123 pontos em fevereiro, contra 135 pontos em janeiro.
                                  
A classe C mais uma vez continua liderando (apesar de uma queda de nove pontos) o otimismo com 157 pontos em fevereiro de 2011, contra 166 pontos em janeiro. Essa queda provavelmente reflete o encarecimento dos juros da pessoa física. A seguir a classe A/B permaneceu praticamente estável com 156 pontos, contra 155 pontos em janeiro. Finalmente, a classe D/E que também permaneceu estável (oscilando dentro da margem de erro, 3 pontos) com 144 pontos em fevereiro contra 146 em janeiro.


Os que se sentem mais confiantes no emprego ficaram praticamente estáveis: de 44% em janeiro para 46% em fevereiro/2011. Entre os menos confiantes o percentual de respostas ficou estável, com 17%. Já a média entre os entrevistados de pessoas conhecidas que perderam emprego registrou 3,3 pessoas contra 3 em janeiro e 4 pessoas em fevereiro de 2010. 
 
Em relação à confiança do consumidor no futuro da economia da sua região; os que acham que ela vai ficar mais forte manteve-se estável em 44% (janeiro/ fevereiro de 2011). Os que acham que ela vai ficar mais fraca subiu um ponto: passando de 7% para 8% (janeiro/ fevereiro de 2011).


Na condição financeira pessoal dos entrevistados, em relação aos próximos seis meses, o placar permaneceu estável. 57% dos entrevistados achando que vai melhorar contra 8% que acha que vai ficar pior, tanto em janeiro quanto em fevereiro.