Credicard e Elavon criam joint venture

0
5



A Credicard, uma subsidiária integral do Citigroup, e a Elavon, uma subsidiária integral da U.S. Bancorp e fornecedora em meios de pagamentos, assinaram um acordo vinculante para estabelecer uma joint venture e criar uma empresa de serviços para varejistas que oferecerá um conjunto completo de soluções de pagamento ao mercado brasileiro.


Com sólido crescimento no consumo e volume de crédito no Brasil, a nova empresa concorrerá em um mercado crescente que demanda escala, experiência, qualidade e inovação nos serviços. Combinados com a especialização de mercado da Credicard e o reconhecimento da marca, a Elavon fornecerá uma plataforma de processamento, eficiência financeira, soluções inovadoras de pagamento e processadores seguros em pontos de vendas, para aceitação de transações móveis.


Para Gustavo Marin, presidente do Citi Brasil, a joint venture representa um passo importante na estratégia de negócios da organização. “O Citi sempre esteve na vanguarda do desenvolvimento da indústria financeira brasileira. Com a criação da joint venture avançamos ainda mais na nossa estratégia de atuação no varejo brasileiro, oferecendo uma opção diferenciada, tanto para consumidores, como para empresários e lojistas e, consequentemente, fortalecendo a nossa posição na ampliação do crédito ao consumo”, conclui Marin.


“Desde 2005, o mercado de cartões de crédito do Brasil tem crescido à taxa de mais de 20% ao ano”, disse Mike Passilla, presidente e CEO da Elavon. “Estamos entusiasmados com a possibilidade de impulsionar ainda mais este crescimento de mercado combinando nossos produtos, serviços, que são os melhores da categoria, com a posição de liderança de mercado da Credicard para oferecer novas eficiências operacionais e soluções altamente confiáveis para  pequenos e grandes varejistas no Brasil”.


“A Credicard está no mercado de cartões há mais de 40 anos e esta é a hora certa de voltarmos ao mercado de adquirência. Essa aliança será ainda mais alavancada pelo know-how de processamento e tecnológico da Credicard, e nos permitirá mais uma vez transformar o mercado de aceitação de pagamentos do Brasil”, disse Leonel Andrade, presidente da Credicard. Leonel também destacou a importância do Brasil para as empresas globais deste setor, que puderam de fato vir para o país após a abertura do mercado de adquirência neste segundo semestre, inserindo o Brasil, pela primeira vez, no padrão global de prestação destes serviços.