Cresce consumo de produtos eletrônicos

0
4


A tecnologia e o consumidor do comércio de bens, serviços e turismo têm galgado novos graus de aproximação no Brasil. Pesquisa recente da Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ), com o Instituto Ipsos, revela uma forte expansão na compra de produtos eletrônicos. Se no ano de 2000, ela correspondeu a um percentual de 5%, no ano passado o índice subiu para 32%.

Paralelamente, a entidade fez uma pesquisa nacional sobre o que os consumidores pensam do comércio. Mais de um terço dos brasileiros (42%) está bastante satisfeito com a oferta de estabelecimentos comerciais. Mas há os que sentem faltam de supermercados (13%), farmácias (10%), lojas de roupas, de eletrodomésticos e de açougues (todos com 3%).

Os consumidores ainda revelaram que gastam, com alimentação, higiene e limpeza em média, R$ 256,93 por mês – um valor bastante significativo, uma vez que quase 50% da população brasileira recebe até 2 salários mínimos, o que significa que os gastos com subsistência destas famílias consomem cerca de 40% de sua renda.