Cresce faturamento do pequeno varejo

0
7



O pequeno varejo registrou alta no faturamento no estado de São Paulo. Segundo apurou a Pesquisa Conjuntural do Pequeno Varejo (PCPV), da Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio SP), em fevereiro houve crescimento de 3,2% em comparação ao mesmo mês de 2007. No acumulado do ano, a PCPV acumula alta de 2,9%. Dos ste grupos analisados, 4 apresentaram baixas.


O segmento de lojas de material de construção apresentou o maior crescimento de faturamento no mês de fevereiro, 29,7% em relação ao mesmo período de 2007. No acumulado do ano o desempenho é positivo (29,3%). O segundo melhor desempenho ficou para as lojas de móveis e decorações, que alcançaram alta de 5,8% na comparação com fevereiro de 2007, e chegaram a 4,8% de elevação em 2008. As lojas de vestuário, tecidos e calçados apresentaram crescimento de 2,9% no contraponto ao mesmo período de 2007 e acumulado de 2,6% no ano.


Já as farmácias e perfumarias tiveram queda de 2,5% no faturamento de fevereiro, na comparação com o mesmo período do ano passado, e acumulam baixa de 3,8% em 2008. O volume de vendas no segmento de alimentos e bebidas continua repetindo um quadro de baixa e preocupa os pequenos empresários do ramo. O setor, que é o mais importante na composição da PCPV justamente pela participação no orçamento familiar, teve em fevereiro queda de 7,4% no faturamento real e já acumula baixa de 7%.


O desempenho ruim das lojas de eletroeletrônicos foi acentuado e em fevereiro o setor registrou baixa de 9,8% no faturamento, mediante ao mesmo período de 2007. No ano, os resultados atingem queda de 9,1%. Porém, o pior desempenho continua a ser o das lojas de autopeças e acessórios, que apresentaram baixa de 23,6% no contraponto a fevereiro do ano anterior. Em 2008, o setor acumula queda de 22,8%.