Cresce os investimentos em TI pelo setor governamental

0
0


O orçamento do setor governamental para investimentos em TI cresceu 16%, em 2005. Com a redução do dólar, que refletiu nos preços principalmente em hardware e software, as organizações governamentais conseguiram acelerar o processo de renovação da infra-estrutura, já obsoleta. A tendência agora é de investimentos maiores em soluções e tecnologias que adicionem valor a esfera pública. Esta afirmação é resultante dos dados obtidos pela área de Pesquisas do ISF (Instituto Sem Fronteiras), que anuncia hoje os dados do estudo Tendências de Investimentos em TI no Segmento Governamental para 2006.

Para o estudo específico sobre os desafios, problemas e tendências em investimentos da área governamental, o ISF entrevistou 150 CIOs do setor, em dezembro. “Os estudos mostram que os investimentos em TI crescerão este ano, mas haverá uma grande mudança de comportamento e perfil dos investimentos no segmento governamental de 2005 para 2006”, observa o diretor de pesquisas do ISF, Ivair Rodrigues.

Se nos dois últimos anos a grande preocupação apontada pelos CIOs do setor foi o aumento da segurança – o que levou o Governo a se tornar o segundo maior investidor na área no país, depois dos bancos -, o quadro muda em 2006. De acordo com o estudo, a grande prioridade, independente da esfera, será a Governança de TI. “Em 2005, raros organismos governamentais tomaram alguma iniciativa em relação a esta área. Hoje, grande parte das instituições está em estágio inicial de avaliação dos processos e estudando a possibilidade de investir em governança. Trata-se de um assunto que tem despertado bastante o interesse dos CIOs como um todo no Brasil, o que provavelmente refletirá em um aumento na busca por consultorias especializadas no assunto”, observa Ivair Rodrigues.

Neste começo de ano, investimentos pesados em soluções de VoIP também serão uma tendência. De acordo com o estudo do ISF, todas as empresas de processamento de dados e os ministérios entrevistados afirmaram que investirão em VoIP este ano. Outra área que receberá fortes investimentos em TI para 2006 será a do atendimento ao cliente/cidadão, principalmente nas esferas federais e estaduais. “A utilização de portais e sistemas de integração entre vários órgãos terão como objetivo dar uma resposta mais ágil aos cidadãos”, diz o especialista. A certificação digital foi outra tecnologia apontada pelos entrevistados como uma das soluções mais importantes para facilitar a vida da população.