Cresce setor de serviços de TI

0
2


Reunindo cerca de 4 mil empresas, que empregam em torno de 200 mil funcionários e faturam aproximadamente US$ 625 milhões/ano, o setor de prestação de serviços de TI encerrou o ano de 2005 com um crescimento de cerca de 11%, segundo estimativa da ABRAT (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação).

“Mesmo com um ano conturbado sob o aspecto político, o setor conseguiu crescer, embora menos do que o esperado inicialmente”, analisa Marcos Gomes, presidente da ABRAT, ao lembrar que a projeção inicial era de um crescimento em torno de 15%.

Para 2006, a ABRAT projeta um crescimento em torno de 10% , que deverá ocorrer por conta do aumento na demanda por serviços de VoIP, comunicação sem fio, outsorcing completo e de impressão, gerenciamento de infra-estrutura e help desk. Embora esse ano seja um ano eleitoral, o que pode retardar alguns investimentos em TI, principalmente na área pública, o executivo não acredita que este cenário deva interferir no desempenho do setor, pois novas tecnologias estão chegando ao mercado em um ritmo muito rápido e têm demandado suporte de infra-estrutura de TI.

Segundo Gomes, o lançamento do PC conectado, ação do programa de inclusão digital do Governo Federal e a aprovação da lei que cria o Pólo Tecnológico – projeto da Prefeitura de São Paulo, que dá incentivos fiscais por dez anos para empresas que se instalarem na região do bairro da Luz – deverão contribuir para aumentar positivamente a demanda por serviços no setor de TI no próximo ano.