Cresce volume de cheques devolvidos

0
2



Dados da Equifax, empresa fornecedora de soluções para gestão de negócios, indicam que em março foi registrado um volume de 2.442.962 cheques devolvidos. O índice foi 9,76% superior em relação a fevereiro, mas 24,39% menor quando comparado a março de 2007. “O aumento de cheques sem fundos deve-se à quantidade maior de dias úteis, o acúmulo de compromissos assumidos pelos consumidores no final do ano passado e início deste, que sobrecarregaram o mês”, destaca Alcides Leite, coordenador do Centro de Conhecimento Equifax. Segundo ele, março é historicamente o período com maior volume de cheques devolvidos.


Em março de 2004 o número de cheques devolvidos foi de 3.521.778; em 2005, 3.815.188; em 2006, 4.336.919, e em 2007, 3.230.828. Esta queda ocorreu em virtude do aumento do poder de compra das famílias e a redução da taxa de juros no período. Além disso, a migração para a modalidade de pagamento eletrônico, tendência crescente entre os consumidores, contribuiu para a queda de cheques devolvidos.


Quanto ao número de títulos protestados, o indicador Equifax mostra que em março houve um aumento de 12,90% em relação a fevereiro e de 30,52% em relação a março de 2007. O mês de março registrou 1.080.714 protestos contra 957.237 registrados em fevereiro e 828.007 em março do ano passado. Assim como no mês passado, o crescimento do volume de títulos protestados deve-se a problemas de fluxo de caixa das empresas e à expansão do volume de endividamento.