Crescem reservas em dispositivos móveis

0
3
Tablets e smartphones representam o maior crescimento da indústria de viagens on-line em todo o mundo, em todas as categorias e mercados. Nos primeiros seis meses de 2014, as reservas móveis cresceram 20%, como aponta o relatório feito pela Criteo, que rastreou as tendências do tráfego em mais de mil sites de viagens, durante o primeiro semestre de 2014. A proposta do Travel Flash é analisar a indústria de viagens on-line. “O objetivo é trazer dados capazes de mostrar como a publicidade de performance no marketing digital pode alcançar o seu público de forma mais eficaz”, destaca Alessander Firmino, diretor-geral da Criteo. 
 
Para elaborar o relatório, foram analisadas 300 milhões de reservas no valor de mais de US$ 150 bilhões. Os dados abrangem fornecedores de viagens e agências de viagens on-line em todas as categorias, permitindo verificar o uso dos dispositivos móveis por viajantes, sua ação e o valor das reservas geradas a partir de cada dispositivo para as companhias aéreas, hotéis, locadoras de automóveis, agências de viagens online, apartamentos, cruzeiros, e os operadores ferroviários. 
 
O relatório destaca o aumento do uso de dispositivos móveis no planejamento de viagens do consumidor e compra em todo o mundo. A média do valor das reservas para viagens aéreas foi 21% superior e 13% maior para aluguel de carros, em dispositivos móveis que em desktops. Feitos em um smartphone ou tablet, o aluguel de apartamentos aumentou 34% e as reservas de hotéis 21%. Os dados não incluem as vendas em aplicativos, que somam uma parte significativa do incremento nas reservas feitas em dispositivos móveis – cerca de 12% das conversões móveis em junho. Estes dados, combinados com o aumento das reservas, significam uma maior receita gerada por meio dos dispositivos móveis. 
 
Além disso, as tendências sazonais e variações regionais influenciam as taxas, como aconteceu com a Copa do Mundo, que impulsionou as vendas do setor de viagens em 42% na América Latina. E não é só isso, as agências de viagens on-line apresentaram crescimento na maioria do primeiro semestre. No Brasil, o crescimento sazonal de reservas em dispositivos móveis, no primeiro semestre de 2014, cresceu 188%. Em contrapartida, o crescimento sazonal de reservas em desktops, no primeiro semestre de 2014, aumentou 44%. “Dentro deste mercado altamente competitivo, a publicidade estratégica e os custos de aquisição devem basear-se em uma inteligência específica, em vez de nas tendências do todo. Portanto, é mais importante do que nunca criar uma estratégia diferente para se conectar diretamente aos viajantes e clientes, no momento certo”, diz Firmino. 
 
Os resultados globais: 
 – As reservas móveis estão crescendo mais rápido do que em desktop: 20% contra 2% durante os primeiros seis meses de 2014;
 
– Smartphones e tablets são responsáveis por 21% das reservas de hotel;
 
– O aluguel de apartamento é a categoria com maior penetração móvel (34% globalmente);
– In-app contabiliza 12% do total de reservas móveis; 
– Com um aumento de 42%, a América Latina teve o crescimento sazonal mais significativo em reservas on-line para os anunciantes viagem. Isso coincidiu com a Copa do Mundo de 2014 no Brasil.