Dia das Mães movimentará R$ 140 milhões

0
1


Segundo estimativas da Camara-e.net (Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico), em parceria com a consultoria e-bit e o site de pesquisa de preços BuscaPé, o Dia das Mães deve movimentar R$ 140 milhões, de 29 de abril a 13 de maio, o que representa um crescimento de aproximadamente 50% em relação a 2005, quando o faturamento foi de R$ 92 milhões.

“Em 2005 a previsão foi de 30% no aumento das vendas para o Dia das Mães, data mais aguardada pelo varejo no primeiro semestre do ano. Porém, com o grande aumento do número de e-consumidores e a freqüência do uso do canal, a previsão para este ano é que o faturamento seja 50% maior”, diz Pedro Guasti, diretor geral da e-bit. O primeiro trimestre de 2006 fechou com mais de 5,2 milhões de e-consumidores em todo o Brasil.

Entre os produtos que têm a preferência das mães, estão os CDs e DVDs, livros e telefones celular. A procura por outros produtos que são característicos para a data, como cestas de café da manhã, flores, perfumes e eletrodomésticos aumentam significativamente no período. Segundo Thiago Lobão, gerente de marketing do BuscaPé, “No Dia das Mães, mais uma vez o celular está em alta, além de presentes como Livros, Cds e DVDs. Existe também um perfil de consumidor que aguarda as já tradicionais promoções da data para comprar um produto pra si mesmo, além é claro, de presentear as mães”.

As lojas virtuais costumam dar brindes e descontos no Dia das Mães. Além disso, facilitam o pagamento parcelando em até 24 vezes, não cobram o frete e apostam no vale presente. Para Cid Torquato, diretor executivo da Camara-e.net, “no Dia das Mães, além do aumento das vendas on-line, observaremos um grande crescimento em pesquisas e comparação de preços pela Internet”. “Hoje, cerca de 20 milhões de internautas usam a rede no processo de formação da decisão de compra”.