Clique e visite a landing do Congresso ClienteSA 2022

O canal para quem respira cliente.

Diferentes retratos do consumo no país

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

O Brasil consolida-se como uma nação emergente que, em 2012, foi marcada pela desaceleração do consumo. Neste momento, a busca por negócios de sucesso em um país com dimensões continentais depende de uma visão focada no comportamento de consumo específico de cada região. Por esse motivo, o estudo Consumer Book 2013, da Kantar Worldpanel, empresa de pesquisa global em conhecimento do consumidor, traçou um perfil multifacetado com um panorama detalhado de cada uma das regiões monitoradas pela instituição. Um dos destaques é o crescimento das regiões do interior acima da média nacional.

“A cada ano buscamos inovar e renovar as edições do Consumer Book, para esta 8ª edição trazemos um mundo de informações detalhadas pelas sete regiões que a Kantar Worldpanel divide o país para melhor compreender a dinâmica do consumo”, explica Christine Pereira, Diretora Comercial da Kantar Worldpanel no Brasil. “Com crescimento acima da média nacional e com o fenômeno da migração reversa, entre os nossos destaques mais importantes do estudo estão as regiões interioranas”, conta a executiva.
 

Rumo ao Interior

Em 2012, o valor desembolsado para aquisição de bens não duráveis pelos consumidores das cidades do interior cresceu 6% em comparação com 2011, enquanto a média nacional de crescimento foi de 5,4% e, quando observadas apenas as regiões metropolitanas, a marca foi de 4,4%. Além disso, um importante destaque da região foi o desenvolvimento do varejo local que, aproveitando as condições favoráveis da região, tem crescido mais do que as grandes redes.

Nas regiões interioranas, a maioria da população está na Classe C. São famílias medianas, com filhos adolescentes e a maior parte dos lares possui donas de casa acima de 50 anos. Além disso, a região confirma um fenômeno comum a todas as regiões de cidades fora das grandes metrópoles, a migração reversa. Antigamente, o rumo em busca de novas oportunidades era a caminho da cidade grande, atualmente, essa busca segue rumo ao interior.
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima