O canal para quem respira cliente.

E-commerce fatura R$ 14,8 bi em 2010

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin



O e-commerce brasileiro teve desempenho acima do esperado em 2010. De acordo com a E-bit, empresa especializada em informações do setor, o faturamento para o ano foi de R$ 14,8 bilhões, um crescimento nominal de 40% frente aos R$ 10,6 bilhões faturados em 2009. Esse resultado, aliás, superou a previsão anterior da empresa, que considerava um faturamento de R$ 14,5 bilhões.


Essa é apenas uma das informações contempladas na 23ª edição do Relatório “WebShoppers”, realizado pela E-bit, com o apoio da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net).


Os bons resultados dos índices podem ser atribuídos principalmente pelo incremento de vendas proporcionado pela Copa do Mundo. O evento futebolístico colaborou efetivamente para o aumento na venda de televisores de tela fina, especialmente aparelhos de LCD.


Outros fatores relevantes para o superaquecimento do setor no ano foram a entrada de novos players, a consolidação de grandes grupos de varejo e o aumento da renda do consumidor. Essas ações contribuíram para aumentar a confiança dos e-consumidores no setor e alavancar as cifras.


De acordo com o diretor geral da E-bit, Pedro Guasti, o e-commerce passa por um período de maturação. “As vendas no setor superaram nossas expectativas iniciais para o ano. Isso se deve à grande aceitação que esse tipo de comércio vem tendo por parte dos brasileiros, cada vez mais confiantes em comprar on-line. Paralelamente a isso, percebemos que não estão apenas comprando mais, mas comprando produtos de maior valor agregado, como eletrodomésticos, informática, eletrônicos e telefonia, mais especificamente notebooks, desktops e televisores de tecnologia avançada”, esclarece o executivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima