Embratel amplia contrato com EDS

0
11


A EDS, especializada em terceirização de serviços de TI, foi selecionada como fornecedora na área de sistemas de aplicação pela Embratel e será peça-chave na construção de uma nova arquitetura na área elevando-a a um patamar mais abrangente e compatível com as exigências do mercado. O objetivo é impulsionar a empresa em direção a essa visão de futuro de telecom onde a convergência de serviços a serem oferecidos e as informações precisas sobre um cliente serão essenciais para determinar o posicionamento destacado nesse mercado frente à concorrência.

A empresa será responsável pela adequação e “upgrade” do Sistema de Faturamento da Embratel (Kenan 11.7) e implementação da camada de integração (middleware), por meio da plataforma do TIBCO BW. Terá também forte atuação como PMO (Project Management Officer), gerenciando inclusive outros fornecedores envolvidos nessa iniciativa. Além disso, o programa inclui a implementação de uma solução de atendimento no callcenter e o novo Cadastro Integrado de Clientes (CIC) – estes dois últimos fornecidos por outras empresas.

A parceria com a EDS já vem de longa data. Desde 1998 a empresa é a responsável pelo suporte à produção e à aplicação do faturamento de Voz da Embratel, ou seja, longa distância local e internacional (DDD e DDI) . O ambiente de infra-estrutura (hardware e software) da Vésper também está sob a responsabilidade da EDS, entre outros serviços. “A EDS já atua e conhece bem, não só a indústria de telecomunicações, como também as características do ambiente desse cliente e do seu negócio, o que por si já garante uma entrega bastante alinhada e com a presteza e qualidade necessárias”, considera a executiva de contas da EDS, Maria Salomé Soares.

O contrato atual, de 14 meses, prevê atender às duas primeiras fases: migração e consolidação dos sistemas à nova arquitetura e a porção de Voz local Residencial com a NET.