Escritório de advogacia muda sistema de gestão

0
0


O escritório Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados acaba de assinar contrato para substituir o sistema de gestão atual, que é americano, pelo Sisjuri, da BCS Informática, empresa brasileira especializada em soluções para escritórios de advocacia. De acordo com Flávio César Mônico, gerente de Tecnologia da Informação do escritório, um dos principais motivos para a troca, foi a questão do suporte.

Além disso, a BCS já prestava consultoria em infra-estrutura de TI para a advocacia há mais de 10 anos, o que facilitou a decisão. Outro diferencial que levou à opção por mudar de sistema foi que a empresa brasileira está há quase 20 anos no mercado e com isso as soluções estão totalmente adequada aos inúmeros impostos e às constantes alterações na legislação tributária do Brasil, o que é um problema para as empresas estrangeiras. “Nossa expectativa é que haja ainda uma melhoria nos processos e facilite o trabalho da administração, também, porque o software está em português”, acrescenta.

Outro diferencial da plataforma Sisjuri é que por ser aberta vai permitir integração transparente com os outros sistemas do escritório, como a solução de GED (Gerenciamento Eletrônico de Documentos) da Worksite, implantada também pela BCS há oito meses e que, futuramente, armazenará todas as notas, relatórios e documentos gerados pelo sistema de gestão da BCS.

Gláucia Maria Lauletta Frascino, sócia responsável pela área de TI do Mattos Filho, explica que a entrada em operação da solução está prevista para o dia 02 de janeiro de 2007, quando toda parte financeira e de faturamento estará ativa. Atualmente, o projeto está na fase de análises; customização; migração de dados e adaptação de interfaces. “O próximo passo é digitalizar o acervo de documentos”, comenta.