Eurofarma se despede das notas fiscais em papel

0
1


A Eurofarma começa a dar adeus às notas fiscais em papel. A empresa, escolhida para representar o setor da indústria farmacêutica, está no projeto piloto de Nota Fiscal Eletrônica conduzido pela Receita Federal e as Secretarias de Fazenda de São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Maranhão, Goiás e Bahia, e que conta com o envolvimento de 19 empresas. Com o projeto piloto, a Receita Federal espera abrir caminho para que todas as empresas no Brasil substituam as notas fiscais em papel.

“A Eurofarma deve emitir cerca de 20 mil notas fiscais eletrônicas por mês, e o processo de mudança na forma de emissão será paulatino. Entre junho e julho estaremos emitindo paralelamente as notas em papel, enquanto em agosto já estaremos com o sistema funcionando 100% de forma eletrônica”, conta Tacyana Salomão, gerente de TI e Telecom da Eurofarma.

Para viabilizar a entrada efetiva no piloto de Nota Fiscal Eletrônica, a Eurofarma está adotando a solução de NF-e da Neoris, chamada Flow. Certificada pela SAP, fornecedora de soluções de gerenciamento de negócios, a solução foi desenvolvida tanto para integração com servidores de aplicação SAP como também com outros ERPs do mercado de tecnologia.

E
ntre as principais vantagens para a Eurofarma estão a redução de custos com impressão e aquisição de papel, com envio e armazenamento de documentos fiscais, simplificação de obrigações acessórias (dispensa de AIDF – Autorização para Impressão de Documentos Fiscais), redução de tempo de parada de caminhões em postos fiscais de fronteira, domínio de tecnologia de certificação digital e web services.

Segundo Tacyana Salomão, “com a utilização de notas fiscais eletrônicas, a empresa deve conquistar uma economia direta de R$ 25 mil por mês entre aquisição de papel, impressão e armazenagem de documentos fiscais, com previsão de retorno dos investimentos entre 12 e 18 meses”.